Notícias recentes:
Home » , , » O MOSQUITO VILÃO: O mosquito " Aedes Aegypti" tornou-se um dos principais inimigos da saúde pública no Brasil, sendo responsável pela transmissão da Dengue, Chikungunya e do Zika Vírus, que vem causando grande preocupação com registros de casos de Microcefalia em bebês

O MOSQUITO VILÃO: O mosquito " Aedes Aegypti" tornou-se um dos principais inimigos da saúde pública no Brasil, sendo responsável pela transmissão da Dengue, Chikungunya e do Zika Vírus, que vem causando grande preocupação com registros de casos de Microcefalia em bebês

Postado por: gazeta de ibiuna nesta sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 | 09:33

O MOSQUITO VILÃO: O mosquito " Aedes Aegypti" tornou-se um dos principais inimigos da saúde pública no Brasil, sendo responsável pela transmissão da Dengue, Chikungunya e do Zika Vírus, que vem causando grande preocupação  com registros de casos de Microcefalia em bebês
   Por: Marcos Pedroso - MTB 65.694/SP
Mosquito " Aedes Aegypti"
  Os casos confirmados de Microcefalia em bebês, relacionados ao Zika Vírus, vem causando grande preocupação em todo o país.
       Vale a pena destacar que o Zika Vírus é transmitido pela picada do mosquito Aedes Aegypti, mesmo transmissor da Dengue e Chikungunya.
                                  MICROCEFALIA EM BEBÊS
 A microcefalia é percebida pela malformação congênita do cérebro do feto que não se desenvolve de maneira correta. Quando isto ocorre, ao nascer, o bebê apresenta um perímetro cefálico  fora dos padrões normais, ou seja, inferior a 33 centímetros.
     Nestas condições, com um cérebro reduzido, o bebê corre o risco de não sobreviver. Quando sobrevive pode ficar com graves sequelas, como dificuldades psicomotoras ( ou seja, com dificuldades para andar e falar ) e cognitivas, quando acontece o que os especialistas chamam de retardo mental.
          
     SINTOMAS DO ZIKA VÍRUS 
   De acordo com especialistas, a evolução do Zika Vírus no organismo costuma ser benigna, dura um curto período de tempo, geralmente de 3 a 7 dias, causando febre, coceira e dores musculares.  Contudo, depois dos alarmantes e reais casos de microcefalia em bebês, aumentou a preocupação com relação as mulheres grávidas, principalmente as que estão nos primeiros 3 meses de gestação, período este que ocorre a formação do cérebro dos bebês.
           Recentemente, o Ministério da Saúde (MS ) passou a orientar algumas medidas de proteção para as mulheres grávidas visando, basicamente , protege-las contra as picadas do mosquito Aedes Aegypti. Entre estas medidas, destacamos as seguintes: usar repelentes e roupas que protejam a maior parte do corpo; evitar horários e lugares com a presença de mosquitos. Além disso, orienta procurar informações médicas ao perceber qualquer alteração  no estado de saúde, mantendo em dia o acompanhamento pré-natal que pode ajudar nesta luta contra esta nova doença provocada pelo mosquito Aedes.

              SINTOMAS DA DENGUE
       De acordo com especialistas, no caso específico da Dengue, a doença se apresenta de duas formas: a Dengue Clássica e a Dengue Hemorrágica. Na Dengue Clássica, os sintomas são mais brandos, como surgimento de febre alta, dores na cabeça, costas e na região atrás dos olhos. Neste caso, a febre começa a diminuir já a partir do quinto dia e os demais sintomas a partir do décimo dia. Alguns doentes podem apresentar hemorragias leves na boca e nariz, porém dificilmente acontece maiores complicações.
 DENGUE HEMORRÁGICA
             Já a Dengue Hemorrágica ocorre quando a pessoa pega a doença pela segunda vez. Neste caso, após 5 dias, alguns doentes podem evoluir para quadros de hemorragias  em vários órgãos e choque circulatório. Além disso, pode ocorrer vômitos, tonturas, dificuldades de respiração, dores abdominais intensas e a presença de sangue nas fezes. Se não ocorrer tratamento médico adequado o paciente pode não resistir ,vindo a falecer.
    SINTOMAS DA CHIKUNGUNYA
              Igualmente transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, a Chikungunya é uma doença provocada por um vírus que apresenta, basicamente, os mesmos sintomas da Dengue, tais como dores pelo corpo, febre acima dos 39 graus, dores de cabeça, cansaço extremo, manchas avermelhadas pelo corpo e intensa dor nas articulações  de pés e mãos. Contudo, diferentemente da Dengue, a Chikungunya não apresenta complicações hemorrágicas. Este fato a torna uma infecção menos agressiva que a Dengue.


GALERIA DE FOTOS
Prevenção contra o Mosquito Aedes Aegypti: Manter a vigilância, não deixando água acumular em vasos,  calhas, pneus, latas e outros recipientes. Lembrando sempre que este mosquito gosta de água limpa parada. 


_________________________________________________________________________________


Divulgue essa notícia :

Publicidade:

Mais lidas

 
Originalmente de: Johny Template
Modificado por Rudney oliveira
Copyright © 2013. Gazeta de Ibiúna - Redação: gazetadeibiuna@outlook.com Tel.: (15)9-9645-4554